Presidente do Lions Feminino comenta sobre a primeira partida fora de casa

O Curitiba Lions Feminino teve a sua primeira partida oficial longe dos gramados da capital paranaense no último sábado. O jogo também foi a estreia da equipe em competições nacionais, o que deixa essa marca ainda mais importante e emblemática na história da equipe. E, para as leoas curitibanas, a conquista tem um sabor especial, que marca a reconstrução do time e mostra que elas chegaram para ficar.

pos mi herder 03

Vale lembrar que o Lions Feminino disputou o Torneio Sport America, competição estadual que teve ainda a participação do Cold Killers FA e do Curitiba Silverhawksm no primeiro semestre deste ano. Desde a preparação para o certame paranaense, o Lions está em reconstrução, com muitas atletas com pouco tempo de prática do esporte em seu elenco. Por isso, para a equipe, o resultado na estreia da Copa Sport America do Brasil de Futebol Americano Feminino não teria tanta relevância.

pos mi herder 02

Exatamente sobre isso, comentou conosco a Michele Herder, presidente do Lions Feminino: “Sobre o resultado da partida, já esperávamos uma partida difícil, uma vez que somos um time estreante e totalmente reformulado. Em agosto do ano passado tínhamos um time formado com mais de 30 atletas e, um mês depois, ficamos com apenas oito e fechamos 2017 assim. Mas, com o surgimento do Torneio Sport America, buscamos a reestruturação, iniciando pela comissão técnica, além de duas seletivas. Na última, feita dois meses antes do Torneio, fechamos o elenco com 42 atletas”, nos contou Michele.

Mesmo com duas derrotas no torneio estadual, a participação na competição após tanta dificuldade foi suficiente para a equipe se motivar e ir atrás de outros desafios: “isso nos deu mais força e tomamos a decisão de entrar para o primeiro campeonato brasileiro chancelado por uma organização como a Liga Nacional”, contou Herder. “Aí, precisamos começar a pensar em como iríamos promover nossa viagem, tendo em vista sempre o menor custo para as atletas. Começamos com eventos e rifas e, por fim, fizemos os ‘pedágios solidários’ após os treinos de sábado de manhã, o qual resultou na maior visibilidade e retorno financeiro para essa viagem. Isso tudo só foi possível pois todas as atletas estão em total sintonia entre elas, como irmãs”.

Para a presidente da equipe, a viagem até o Rio de Janeiro só deixou bons frutos para as atletas e o elenco: “Chegando o dia da viagem tão esperada, na qual passaríamos em torno de 28 horas juntas, na estrada, o clima não podia ser melhor. Desde o embarque em Curitiba, o qual teve total apoio e colaboração dos nossos familiares e integrantes do time masculino, até a nossa volta, às 6h30 da manhã de domingo. Todos estavam lá, felizes em nos receber, indiferente do placar do jogo, pois eles sabiam que a vitória era certa, indiferente do resultado do placar. A viagem foi muito tranquila e movida a bom humor entre todas as atletas, tanto na ida quanto na volta, pois como disse, somos mais que amigas, somos verdadeiras irmãs”.

O Curitiba Lions Feminino volta a jogar pela Copa Sport America do Brasil de Futebol Americano Feminino no dia 1º de setembro, quando enfrentará o Spartans Football, no Complexo Esportivo Brown Spiders (Rua Suécia, 1045 – Tarumã, Curitiba/PR).

(Fotos: Vinícius Basso / Equipe Futebol Americano Paranaense)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s