Silverhawks leva virada no fim e perde para Big Riders pela semifinal da Copa Sport America

O Curitiba Silverhawks perdeu para o Big Riders por 14 a 13 na tarde deste sábado, no Rio de Janeiro, em partida válida pela semifinal da Copa Sport America de Futebol Americano Feminino. Após cerca de 15 horas de viagem entre Curitiba e Rio de Janeiro, o Silverhawks mostrou muita evolução e fez uma partida de encher os olhos, dos dois lados do campo. Mas a experiência e a força do Big Riders falaram mais alto e a equipe conseguiu a vitória, nos minutos finais do jogo, após passarem toda a partida atrás do placar.

IMG_2392

Com a derrota, o Silverhawks encerra a temporada oficial de 2018, com cinco partidas realizadas, três vitórias, título do campeonato estadual e uma ótima campanha no nacional, ficando entre as quatro melhores equipes do País. As duas únicas derrotas foram para o Big Riders, que agora enfrentarão o Sinop Coyotes, pra definir qual é a melhor equipe do Brasil.

E o jogo começou muito bom no Rio de Janeiro. Após o Big Riders deixar o campo rapidamente com um 3 and out, o Silverhawks pontuou logo em sua primeira campanha ofensiva, andando 54 jardas. A equipe se viu numa terceira descida para 17 jardas, na linha de 25 do ataque. Aí, um passe da quarterback #12 Ester de Alencar para a wide receiver #6 Amanda Santos colocou a equipe numa quarta para 2, na linha de 10. A equipe arriscou e foi bem sucedida: touchdown em corrida da running back #18 Amanda Boabaid. O extra point convertido pela própria Boabaid colocava 7 a 0 no placar.

Vale ressaltar que a equipe tinha Boabaid como quarterback até esta partida na temporada. Porém, para esse jogo, a comissão técnica decidiu apostar na Ester como QB, movendo a Boabaid para RB, uma vez que ela tem boa movimentação e mostrou que consegue correr bem com a bola no Campeonato Paranaense deste ano (foram 93 jardas conquistadas e três TDs, mesmo atuando como QB na oportunidade).

Na campanha seguinte, o Big Riders aproveitou a boa posição de campo e também chegou ao seu touchdown, em apenas quatro snaps. Ao final, a RB #11 Malafaia mostrou que é uma das principais atletas da categoria no Brasil, correndo 36 jardas até a end zone. O XP chutado pra fora mantinha a vantagem das curitibanas, 7 a 6.

Logo na próxima posse de bola, ainda no primeiro quarto, o Silverhawks conseguiu mais uma pontuação, numa campanha ainda mais longa, desta vez de 58 jardas. Novamente a RB #18 Amanda Boabaid foi fundamental e, no final, garantiu o TD, numa corrida de 6 jardas até a end zone. O XP desta vez foi pra fora e a equipe ficava com 13 a 6 no placar.

No segundo quarto, as curitibanas tiveram nova chance de pontuar, após a defesa forçar um fumble com a defensive end #68 Sanjines, recuperado pela #66 Majô, deixando a equipe com posse já na linha de 33 jardas. Mas, uma interceptação lançada pela Ester devolveria a bola para o Big Riders. O jogo seguiria até o intervalo sem novas pontuações.

No terceiro período foi a vez do Big Riders ter uma grande chance de pontuar. A defensora da equipe literalmente roubou a bola das mãos da #18 Boabaid, o que colocou a equipe já na linha de 16 jardas. Mas aí a defesa das curitibanas apareceu e forçou um turnover on downs das donas da casa.

Já no último quarto o ataque das curitibanas cometeu um novo turnover, com um fumble no handoff da Ester para a RB #19 Maria, recuperado pela linebacker #9 Folia. Desta vez o Big Riders não perdoou e capitalizou, em novo touchdown em corrida da RB #11 Malafaia. Ao invés de buscar um empate com o XP, as donas da casa foram corajosas e arriscaram a conversão de dois pontos. A ousadia foi premiada e a full back #24 Cis entrou na endzone para virar o placar, 14 a 13, com pouco mais de cinco minutos no relógio.

Com o ataque do Silverhawks saindo rapidamente de campo com um 3 and out, o Big Riders teve nova posse de bola. Aí, as meninas jogaram de maneira muito inteligente, apostaram nas corridas e gastaram todo o relógio até o fim da partida. Placar final, Big Riders 14 a 13 Curitiba Silverhawks.

Com a vitória, as cariocas garantiram vaga na final da competição nacional. As adversárias serão o Sinop Coyotes e a partida deverá ser realizada em São Paulo. Já o Silverhawks se despede da temporada 2018 de cabeça erguida, com o título paranaense no primeiro semestre e a classificação aos playoffs da competição nacional, feito inédito para a equipe.

Confira abaixo as responsáveis pelas pontuações do jogo:

Big Riders FA:
#11 Malafaia (RB): duas corridas para touchdown;
#24 Cis (FB): uma corrida para conversão de dois pontos.

Curitiba Silverhawks:
#18 Amanda Boabaid (RB): duas corridas para touchdown; um extra point convertido.

(Fotos: Vinícius Basso / Equipe Futebol Americano Paranaense)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s