Carlos Copi fala sobre sua saída da comissão técnica do Paraná HP

Uma das mentes mais brilhantes do futebol americano no Paraná não estará mais nas sidelines em 2019. Carlos Copi anunciou que está deixando o comando do Paraná HP a partir desta temporada, por razões pessoais. Na comissão técnica da equipe, Copi conquistou os Campeonatos Paranaenses de 2016 e 2017, dando fim à hegemonia do Coritiba Crocodiles no estado.

Carlos Copi 03

Nós conversamos com Copi, que nos contou os principais motivos que o fizeram deixar o comando técnico da equipe. “Os motivos foram pessoais mesmo. Na verdade o HP foi o motivo que me fez atuar no ano de 2018. A equipe é extremamente organizada e possui um elenco vasto e de alto nível. Eu estou envolvido no FA há bastante tempo e, nesse período, acabei deixando muitos projetos pessoais em espera. Resolvi priorizar algumas coisas pessoais nesse momento”.

Além das questões pessoais, Copi também falou que está desgastado de alguns bastidores do esporte. “Confesso que estou um pouco saturado do FABR”, disse Carlos. “No último ano em especial fiquei bastante frustrado em ver alguns tipos de postura em dirigentes, atletas e coaches de outras equipes. Tenho um lado pessimista em mim que acredita que algumas pessoas jamais permitirão o FA crescer no Brasil. Espero estar errado sobre isso, pois o brasileiro tem um potencial gigantesco dentro do FA”.

Carlos Copi 01

Mas, mesmo fora das sidelines, o ex-head coach não conseguirá ficar longe do futebol americano. “Com o tempo livre, continuarei a estar envolvido com o FA, mas de maneiras diferentes. Continuarei a ajudar a comissão técnica do HP e prestarei apoio em partidas e alguns treinos. Ainda me envolverei com a Fellowship of Christian Athletes (FCA) com o objetivo de ajudar no trabalho de uma instituição séria para, assim, buscar trazer oportunidades de crescimento ao FABR. Além disso, também irei colaborar com a fase inicial da ATFA (Associação de Técnicos de Futebol Americano) que visa seguir um modelo semelhante à AFCA (Associação de Técnicos de FA nos EUA), trazendo capacitação, nivelamento e registro dos técnicos de FA no Brasil. E, é claro, sempre continuarei à disposição de atletas e coaches de toda e qualquer equipe que busque compartilhar conhecimento”.

Com o Paraná HP, Copi teve conquistas marcantes. Foram dois títulos invictos e consecutivos do Campeonato Paranaense (em 2016 e 2017), destronando a hegemonia do Coritiba Crocodiles, único campeão do estado até então. Além disso, o HP se colocou de vez como uma das principais equipes do cenário nacional, chegando aos playoffs da Conferência Sul das principais competições (Superliga em 2016 e BFA em 2017 e 2018), com uma defesa bastante física e temida pelos adversários.

Carlos Copi 02

“Sem dúvidas foi sim muito positivo”, disse Copi, avaliando o período que esteve à frente da equipe. “Não apenas pelo resultado em campo (foram 27 vitórias, três finais, dois títulos, 1.027 pontos marcados e apenas 350 tomados), mas principalmente pelo sucesso na implementação de uma filosofia de jogo inovadora e pelo desenvolvimento de um programa de FA com olhos no futuro, sem imediatismo”. Vale lembrar que Copi implementou o sistema air raid no ataque do HP, que pode ter como características uma tendência maior ao passe e o up tempo, que reduz o tempo entre as jogadas, dificultando as leituras e substituições da defesa.

Carlos Copi_ Gabriel Abreu

Com a saída de Copi, quem assume a posição de head coach do HP é Gabriel Abreu, que tem a total confiança do ex-head coach: “O coach Gabriel Abreu assume e levará adiante a nossa filosofia e trabalho. Pessoalmente, deposito muita confiança no coach Gabriel. É capacitado para liderar qualquer programa de FA no Brasil. Tenho certeza de que irei me orgulhar do trabalho que ele fará daqui pra frente”.

Além de Gabriel, a comissão técnica da equipe será formada também por: Maycon, ex quarterback do HP, como coach dos QBs; Cristian Marinho, como coach dos wide receivers; Mauricio “Vacão” Bisseto, ex-membro da linha ofensiva da equipe e, agora, coach da OL; Arno Franzen, ex-membro da linha defensiva da equipe e, agora, coach da DL; Ester Alencar, como coach da secundária. Por enquanto a equipe não contará com coordenadores de ataque e defesa.

Nos resta desejar sucesso à próxima fase da carreira de Copi e agradecer por toda a contribuição que trouxe ao esporte no Brasil. E, é claro, você acompanha os próximos passos do Paraná HP e de Carlos Copi aqui, no FAparanaense.com.

(Fotos: Vinícius Basso / Futebol Americano Paranaense)

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Clayton disse:

    Meus caros sua matéria está errada pois em 2016 o Head coach do Paraná Hp não era o meu irmão Carlitos kkkkkk e sim eu Clayton w. Martins Jr , ( Poiares ) ele foi uma das peças fundamentais para a quebra de vitórias das lagartixas porém na época ele era coordenador defensivo, e o Bertola coordenador ofensivo , sendo assim espero ter esclarecido os fatos , sem mais um forte abraço e infelizmente agora com a saída dele as coisas ficarão bem complicadas pois não existe no fa nacional mente tão brilhante como a dele

    Curtido por 1 pessoa

    1. Boa, Clayton. Já editamos por aqui. Obrigado pela dica!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s