Ester Alencar comenta estreia do Silverhawks e seu desempenho na partida

No último domingo, 28 de abril, teve início o Campeonato Paranaense de Futebol Americano Feminino, com o Curitiba Silverhawks enfrentando o Cold Killers FA. Mesmo com o placar do ano passado se repetindo, ficou clara uma evolução técnica das duas equipes, que mostraram um futebol americano ainda mais bonito para o público presente. Pelo lado do Silverhawks, o destaque ficou por conta da quarterback Ester Alencar, que mostrou muita habilidade nos passes, dando uma dinâmica interessante ao ataque da equipe.

_Ester Alencar 01
Ester Alencar lançou seu primeiro passe para TD na carreira na partida contra o Cold Killers. (Foto: Vinícius Basso / Futebol Americano Paranaense)

Relembre aqui como foi a partida entre Silverhawks e Cold Killers.

O placar do último domingo foi o mesmo do último encontro das duas equipes, no torneio estadual do ano passado. Mas, ficou muito claro que o nível técnico das duas equipes evoluiu. Para a quarterback Ester Alencar, do Silverhawks, a percepção que fica é exatamente essa: “O Cold Killers no ano passado tinha cerca de três meses quando entraram no paranaense, então era uma equipe muito crua ainda. Elas vem evoluindo, com o aumento da comissão técnica, então é bem visível que isso fez diferença no jogo delas”.

_Ester Alencar 03Pelo lado do Silverhawks, Ester destacou a eficiência e distribuição de jogadas do ataque da equipe: “É muito nítido que a cada jogo e a cada campeonato o nosso nível só aumenta. Hoje nós temos 13 treinadores, então isso traz uma bagagem e um nível de conhecimento muito legal. Eu sinto que temos, cada vez mais, uma consolidação do nosso ataque, explorando muito bem armas diferentes. Se não me engano, tivemos passe para oito recebedoras diferentes e tivemos uma rotação muito boa entre as running backs, mantendo um nível alto, sempre”.

Veja aqui as estatísticas da partida, com destaque para a atuação de Ester Alencar.

Na partida contra o Cold Killers, Ester lançou seu primeiro passe para touchdown da carreira. Ao final da partida, terminou com dois passes pra TD. Para a atleta, esse momento teve um significado especial: “Particularmente, sou muito exigente. Me dedico muito ao que faço, cuido da parte física, estudo muito o esporte, assisto a vídeos, treino bastante… e esse primeiro touchdown parece ter sido um novo ciclo. Finalmente eu vi se concretizando, em campo, nesse jogo, tudo que tenho trabalhado durante tanto tempo. Não sozinha, é óbvio, sempre ao lado de muitas pessoas e das minhas colegas de time, pois sabemos bem que boas jogadas se constroem em conjunto”.

“Eu sempre soube da qualidade técnica que existia em mim como atleta, pelo tanto que eu me dedicava”, continuou Ester, que finalizou. “E até agora eu ainda não tinha conseguido materializar isso num desempenho excelente em campo. Parecia que eu estava num caminho muito certo, mas não chegava lá onde eu queria. Então esse jogo me mostrou ser o começo disso tudo se concretizando. Tenho muito a evoluir e a crescer pra jogar ainda melhor, mas acho que foi um primeiro passo muito importante pra essa temporada. Como atleta, foi um pouco do que eu almejo alcançar. Ainda está longe, exige ainda muito trabalho e dedicação, mas foi emocionante. Depois de lançar aquele TD eu fiquei emocionada”.

Ester e o Silverhawks voltam aos gramados no próximo final de semana, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paranaense, quando enfrentarão o Curitiba Lions Feminino.

(Fotos: Vinícius Basso / Futebol Americano Paranaense)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s