Com Ester Alencar decisiva, Silverhawks vence Pilots e se classifica para final da Liga BFA

O Curitiba Silverhawks venceu o Brasília Pilots por 38 a 14 na tarde deste domingo, no Distrito Federal, em partida válida pela semifinal da Liga BFA Feminino. A vitória, que contou com quatro corridas e um passe para touchdown da Ester Alencar, garantiu a equipe paranaense na grande decisão da competição nacional, mesmo após terem ficado 11 pontos atrás do placar.

pos 03

No primeiro quarto o Brasília Pilots teria conseguido abrir a vantagem numa corrida para touchdown da sua quarterback #2 Tamera, mas, um holding do ataque anulou  a jogada e a posse de bola ficou com a equipe paranaense. Aí, numa campanha bastante longa, contando com boas corridas e um bom tranalho da linha ofensiva, o Silverhawks chegou na porta da end zone, mas, não conseguiu entrar. Como resultado, a kicker #73 Jô Bertoja converteu o field goal de 22 jardas, colocando 3 a 0 no placar.

Mas, na campanha seguinte, logo no primeiro snap, o Pilots também anotaria sua primeira pontuação na partida. A QB #7 Tamera leu muito bem a defesa do Silverhawks e identificou a wide receiver #87 Betina livre da marcação, que agarrou o passe e correu até a end zone, anotando o TD. A conversão de dois pontos não foi bem sucedida, deixando o jogo em 6 a 3, pontuação que se manteria até o final do primeiro quarto.

No segundo período, novamente as donas da casa conseguiriam pontuar. A QB #2 Tamera lançou para a WR #82 Lara, que se livrou da cornerback e agarrou o passe, já na end zone. A conversão de dois pontos desta vez bem sucedida, em corrida da própria Tâmera, colocava o placar em 14 a 3.

Mas, na campanha seguinte, o Silverhawks conseguiu sua primeira pontuação com o ataque, já no two-minute warning. Numa 4ª descida para uma jarda, na linha de 16, a equipe apostou num QB Sneak e a #12 Ester Alencar passou praticamente sem ser tocada pela linha de scrimmage, correndo até a end zone. Com a conversão de dois pontos bem sucedida em corrida da running back #19 Maria Gabriela Scherner o placar ficava em 14 a 11, quando chegávamos ao intervalo.

Logo na primeira campanha do terceiro período, o Silverhawks mostrou uma boa atuação ofensiva, numa campanha bastante longa, com um bom mix entre passes e corridas. Ao final, a QB #12 Ester Alencar aproveitou uma read option, ficou com a bola e correu três jardas até a end zone. O XP novamente convertido pela Bertoja garantia a vantagem de 4 pontos a favor das curitibanas, 18 a 14.

Numa campanha que iniciou no 3ª período e que finalizou no primeiro snap dos 12 minutos finais, o Silverhawks chegaria a mais um TD. Na linha de uma jarda do campo de ataque, a QB #12 Ester Alencar apostou em mais um QB sneak e entrou na end zone, garantindo o TD. O XP convertido pela Bertoja deixava a diferença em duas posses de bola, 25 a 14.

Logo na sequência, novamente o Silverhawks chegaria a mais uma pontuação, desta vez numa longa e linda corrida da Ester Alencar, que se livrou de vários tackles para chegar ao TD. O XP novamente convertido praticamente definia a partida, em 32 a 14. Antes do jogo acabar deu tempo para a defesa do SH interceptar um passe da Tamera, com a cornerback #28 Pri. Mas, desta vez, o ataque não conseguiu capitalizar, e saiu de campo com um punt.

Já no two-minute warning, na linha de seis jardas a Ester anotou seu primeiro passe para touchdown na partida, numa rota jet-sweep da wide receiver #13 Suzane Lustosa, que quebrou um par de tackles para entrar na end zone. O XP desta vez não convertido encerraria o jogo.

Placar final, Curitiba Silverhawks 38 a 14 Brasília Pilots. Com a vitória, a equipe paranaense garantiu a classificação para a final da Liga BFA Feminino, quando enfrentará o Bangu Castores, que bateu o América Big Riders. A partida será realizada em Curitiba, em data ainda a ser definida.

Brasília Pilots:
#7 Tamera (QB): dois passes para touchdown; uma corrida para conversão de dois pontos;
#87 Betina (WR): uma recepção para touchdown;
#82 Lara (WR): uma recepção para touchdown.

Curitiba Silverhawks:
#12 Ester Alencar (QB): um passe para touchdown; quatro corridas para touchdown;
#13 Suzane Lustosa (WR): uma recepção para touchdown;
#19 Maria Gabriela Scherner (RB): uma corrida para conversão de dois pontos;
#73 Jô Bertoja (K): um field goal convertido; quatro extra points convertidos.

(Foto: Vinícius Basso / Futebol Americano Paranaense)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s